Bizarro

Tem 23 anos, mas está preso no corpo de um bebê

PUBLICIDADE

Manpreet Singh tem 23 anos, todavia é impossível dizer isso ao ver sua aparência. O homem indiano nasceu em 1995, e seus vizinhos chamam-o de “Pequeno homem”. Pois o mesmo pesa somente 4,9kg e desde que completou seu primeiro ano de idade ele deixou de crescer. Desde então é carregado para todos os lugares por seus tios, necessita de todos cuidados de uma criança normal.

 

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

 

Sua família não sabem explicar qual o problema do menino, enquanto os médicos locais acreditam se tratar de um desequilíbrio hormonal. Seus vizinhos acreditam que o menino é a reencarnação de Deus.

Cientistas, por outro lado, dizem que o menino provavelmente sofre da síndrome de Laron, uma condição genética rara. Mesmo assim, ele ainda não recebeu um diagnóstico oficial, e sua família não tem dinheiro para pagar os exames preliminares, que custam mais de 6 mil dólares.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As pessoas que sofrem com essa síndrome possuem baixa quantidade de um hormônio chamado de IGF-1, que estimula as células a crescerem e se dividirem para formar novas células. Um terço das pessoas afetadas por esta síndrome vivem em aldeias remotas no sul do Equador, em uma província chamada ‘Loja’.

Manpreet tem uma irmã, Jaspreet, que acaba de completar 17 anos, e um irmão, Mangaldeep, com a mesma síndrome. Como sua família não tem recursos para cuidar de todos eles, Manpreet foi enviado para morar com seus tios, a mais de 100km de distância de seus pais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O homem tem as palmas das mãos inchadas, assim como os pés e o rosto. Ele só é capaz de dizer algumas palavras, e se comunica principalmente por gestos. Embora ele possa rir, chorar e gritar, ele não é capaz de ter uma conversa.

“Manpreet ri como uma criança e quase nunca fica triste. Somente quando um cachorro late ou um animal faz algum som que o assusta, ele chora. Ele é adorável e sempre diz aos convidados para se sentarem e tenta fazer amigos”, disse Karanvir Singh, seu tio, ao ‘Daily Mail’.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Nós o enviamos para viver novamente com seus pais várias vezes, mas ele não fica lá. Deixa de comer ou chora o tempo todo. Mas quando volta para cá volta a ser o menino adorável e feliz de sempre”, disse sua tia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Preocupados com seu futuro, os tios do garoto realizam várias consultas em diferentes médicos, em distintas cidades. Mas a única forma de ajudá-lo seria com exames e uma investigação mais profunda, que não podem ser pagos pela família no momento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por isso, a família abriu uma campanha de arrecadação de fundos no site ‘Ketto’, onde esperam juntar o dinheiro necessário para começar os exames.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte

 

Comentários
PUBLICIDADE

CONTINUAR LENDO
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidos

To Top
error: Content is protected !!