Animais

Ele foi deixado em um pet-shop para banho e não saiu com vida. Esqueceram-o no secador.

Anjo de quatro patas, Colby.
PUBLICIDADE

Mesmo você não sendo dono de um “Anjo de quatro patas” sabe que levá-lo para a tosa pode ser algo bastante angustiante para eles. Alguns cachorros adoram de paixão tomar banho, todavia outros detestam… Principalmente quando tem que passar pelo secador, aquele ruído estrondoso causa pavor em nossos cães.

Por tais razões, não devemos deixar nossos filhotes com qualquer um, e devemos pesquisar com bastante cautela por profissionais qualificados neste mercado. 

Colby era o cachorrinho de Alisson Marks, uma garota que tinha convicção de que havia achado o lugar perfeito para deixar seu cão para tomar banho e ser tosado. Todavia quando sua dona foi buscá-lo, percebeu que nunca mais veria seu fiel companheiro com vida… Confira essa emocionante história. 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alisson deixou seu labrador de 2 anos de idade em um pet-shop em Maio de 2015, os funcionários disseram que logo que o cão estivesse pronto eles ligariam para ela ir buscá-lo, todavia isso nunca aconteceu. 

Tornou-se notório e meio claro que algo estava errado, pois tal ligação estava demorando muito à acontecer. Ela decidiu ligar, ligando recebeu a ordem que deveria comparecer a clínica veterinária local, os mesmos não explicaram mais nada. 

Chegando lá, vê a triste cena… Colby em uma maca veterinária, já sem qualquer suspiro de vida. Ele havia ficado na jaula de secagem por muito tempo, onde superaqueceu e morreu… O especialista encarregado de tentar reviver o cão explicou a Alisson. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Comecei a gritar, Colby era tudo para mim”, disse sua dona que acrescentou uma informação, que após 45 minutos após sua morte a temperatura corporal do cão ainda era de 105° C.

Alisson decidiu entrar com medidas legais contra a empresa, pois tudo indica que a funcionária encarregada pelo labrador foi para uma aula, deixando outro colega a cargo de Colby. Esse colega é que teria esquecido de Colby, provocando tal tragédia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A empresa, Petco, lançou uma nota de desculpas dizendo que “medidas imediatas” estavam sendo postas em prática para investigar o acidente. “Todos nós na Petco estamos desconsolados pela morte de Colby. A saúde e segurança de nossos mascotes sempre é nossa principal prioridade, e assumimos a total responsabilidade de todos os animais que são deixados sob nossos cuidados. Nosso pensamentos estão com a família de Colby neste momento difícil”, disse a empresa no comunicado.

 

Fonte

Comentários
PUBLICIDADE

CONTINUAR LENDO
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidos

To Top
error: Content is protected !!